Pílulas tributárias: Não tenho domínio de cálculos contábeis. Consigo seguir na carreira de recupera



Muito bom dia caríssimo(a)! 


Hoje eu quero trabalhar uma questão que aflige muitos colegas que se interessam pela advocacia tributária, em especial a carreira de recuperação de tributos.


Diariamente vejo colegas receosos de investir na carreira em razão dos cálculos a serem efetuados. Nesse cenário, é comum eu ser questionado do seguinte: Mas professor, como irei realizar a instrução do processo? Como fazer os cálculos contábeis e realizar as correções monetárias dos tributos a serem restituídos?


Caríssimo(a) eu preciso ser muito franco com você: caso você, assim como eu, seja apenas advogado, é muito pouco provável que consiga realizar os cálculos contábeis da instrução processual de maneira correta! Para tal seria necessário que você, além de advogado, também fosse contador.


E digo isso por uma razão muito simples: nós advogados temos formação acadêmica para pleitear os direitos de nosso cliente em juízo. Mas, não temos a expertise necessária para a apuração de cálculos contábeis de forma técnica e profissional. Há situações, cálculos e ferramentas que são próprias da área contábil; de modo que nós juristas não temos habilidades para tal.  


Por isso, eu sempre friso: você advogado que pretende a carreira de recuperação de tributos deve buscar desenvolver parcerias com contadores. O desenvolvimento dessas parcerias, ao meu ver, é elemento basilar para o sucesso de seu trabalho aqui na carreira de recuperação de tributos. 


Bom, essa é a reflexão que quero deixar hoje com você. 


Tem alguma questão que gostaria de ver esclarecida aqui nas nossas pílulas? Deixe seu comentário aqui.


Até a próxima!

31 visualizações0 comentário